Tirar a própria vida não é solução

Em agosto de 2013, o cinema perdeu Robin Williams, um de seus mais talentosos artistas. Morreu aos 63 anos de idade. O ator segundo a imprensa, se suicidou devido aos problemas de ordem familiar. Estava em uma situação financeira complicada. Também fazia uso de álcool e drogas. Segundo as informações ele vinha nos últimos tempos, num quadro depressivo agudo.
Quantas pessoas neste mundo estão passando pela mesma situação. Pensam em tirar a própria vida, como se isto trouxesse solução. O salmista no capítulo 13:1-4 registra de certa forma este estranho sentimento que faz com que as pessoas queiram tirar a própria vida. Devido aos problemas, pensam que até o próprio Deus se esqueceu delas.
Veja este texto: “Até quando, SENHOR? Tu te esquecerás de mim para sempre? Até quando esconderás o rosto de mim? Até quando relutarei dia após dia, com tristeza em meu coração? Até quando o meu inimigo se exaltará sobre mim? Atenta para mim, ó SENHOR, meu Deus, e responde-me. Ilumina meus olhos para que eu não durma o sono da morte, para que meu inimigo não diga: Prevaleci contra ele, e meus adversários não se alegrem com a minha derrota”.
Deus não se esquece de seus filhos em momento algum. Deus, ao contrário do diabo, não força ninguém a amá-lo e querer a sua presença. O diabo sim, vinte quatro horas por dia, sete dias por semana quer roubar a paz, matar a esperança e destruir a autoestima.
A solução está em conhecer de perto, na intimidade Jesus Cristo. É construir um relacionamento saudável e duradouro com Ele.
1.Ele é o único caminho para a libertação. Jesus disse “Eu sou o caminho” João 14:6 …”Eu sou o caminho, a verdade e a vida; ninguém chega ao Pai, a não ser por mim”.
2.Jesus é a verdade que liberta. João 8:32, 36 diz: “E conhecereis a verdade é a verdade vos libertará. Se pois o Filho (Jesus) vos libertar verdadeiramente sereis livres”.
3.E o mais importante Jesus é vida. Ele é o doador da Vida Eterna. João 10:27, 28 diz: “Estas ouvem a minha voz, eu as conheço, e elas me seguem. Dou-lhes a vida eterna, e jamais perecerão; e ninguém as arrancará da minha mão”.
Quando se compreende estas coisas o restante do Salmos 13:5,6 fará sentido na vida daquele que conhece Jesus. Veja o que Salmista diz: “Mas eu confio na tua misericórdia; meu coração se alegra na tua salvação. Cantarei ao SENHOR, porque ele me tem feito muito bem”.
Deus abençoe o seu dia e a sua família.
Pr. Nélson Gouvêa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima