Relacionamento complicado

Provérbios 21:9,19 diz: É melhor morar numa terra deserta do que com uma mulher briguenta e impaciente. É melhor morar num canto do eirado, do que dentro de casa com uma mulher briguenta.
Deve ser horrível a convivência com uma pessoa briguenta, ou seja, uma mulher que gosta de discutir com o marido e ainda por cima ser complicada e que não têm paciência. O nosso amigo de provérbios parece que se casou com uma pessoa assim, por isso ele prefere morar no deserto ou na beira de um abismo, a ter que suportar sua esposa.
Veja bem! Tanto o homem, como a mulher precisa cuidar de seu emocional no dia a dia para não comprometer o seu relacionamento. No caso da mulher, está comprovado que quando se trata do fator emoções, ela precisa vigiar um pouco mais, pois a tendência é se extrapolar.
O convívio familiar precisa ser terapêutico, agradável, amigável. Provocar confusão, desestabilizar o ambiente, trás irritabilidade e conflitos. Expressar os sentimentos é importante, no entanto é necessário cultivar o hábito de contestar, confrontar com moderação, praticar gentilezas e pensar antes de dizer alguma coisa que gere um mal entendido ou confusão.
O lar precisa ser um lugar maravilhoso onde cada componente tenha vontade de nele permanecer, de se curtir. O marido quando chega do trabalho precisa ser mais paciente, moderado nas palavras, mais amável e encontrar uma esposa meiga, atraente, respeitosa e amorosa. A Bíblia diz em: Provérbios 14:1 – Toda mulher sábia edifica sua casa; a insensata, porém, com as mãos a derruba.
Deus abençoe o seu relacionamento conjugal e familiar neste dia.
Pr. Nélson Gouvêa

Deixe um comentário

Rolar para cima