O uso das palavras

Devemos tomar muito cuidado quanto ao uso das palavras. Quando abrimos a boca e as palavras são formadas e ditas, o direcionamento delas dirá quem realmente somos; Qual a nossa verdadeira identidade. Enquanto elas estão só nos pensamentos podemos desfazê-las se necessário for, porém, uma vez em forma de palavras trará benefícios a quem às ouve ou poderá dependendo das circunstâncias, trazer consequências irreversíveis ou irreparáveis.

Alguém disse que: “Para cada palavra negativa precisa-se três palavras de elogio, isto na tentativa de derrubar o efeito da palavra negativa”.

Salmos 34:12,13 – “Quem de vocês quer amar a vida e deseja ver dias felizes? Guarde a sua língua do mal e os seus lábios da falsidade”.

Provérbios 16:24 – “Palavras amigas são doces como mel, dão ânimo e criam forças novas”.

Provérbios 12:18,25 – “Há palavras que ferem como espada, mas a língua dos sábios traz a cura. O coração ansioso deprime o homem, mas uma palavra bondosa o anima”.

Provérbios 15:1 – “A resposta calma desvia a fúria, mas a palavra ríspida desperta a ira”.

Mateus 15:18 – “Mas as coisas que saem da boca vêm do coração, e são essas que tornam o homem impuro”.

Que tal usarmos bem as palavras no dia de hoje? Deus lhe abençoe.
Pr. Nélson Gouvêa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima