O Hotel de Bangkok

Na cidade de Bangkok, na Tailândia existe um rio chamado Chao Phraya. Nenhum passeio é completo para os turistas, se não navegar por entre os canais estreitos deste rio que corta a bela capital, utilizando um de seus táxis aquáticos.

Em um determinado ponto do rio, destaca-se um edifício imponente de 30 andares com uma fachada de vidro azul brilhante. De dia é semelhante a muitos hotéis de cinco estrelas às margens do rio, mais quando o sol se põe o hotel luxuoso fica diferente. Ao contrário do que acontece com os outros cuja as luzes brilham através das janelas, não se vê neste, nenhuma iluminação; O fato é que se trata de um prédio vazio. Depois de construído, autoridades descobriram que a estrutura majestosa tinha uma falha em sua fundação com inclinação para um lado. A conclusão que se chegou é que aquele hotel jamais seria ocupado. Logo que o processo na justiça terminasse ele seria infelizmente demolido. Constatou-se portanto neste prédio um erro de engenharia que começou infelizmente, em sua base.

O hotel de Bangkok nos ensina que um prédio belo e imponente por fora escondia sérias falhas em sua fundação e estava por isso vazio. É a metáfora de muitos ministérios que dão a impressão que são bem-sucedidos no número de seus membros, nas instalações, em suas programações, mas com falha fatal em sua fundação. Falta-lhe o essencial. “O Poder, a Unção de Deus”. Jesus declarou firmemente em João 15:5ª – ...” Sem mim, nada podeis fazer.”

Às vezes pensamos ser capazes de usar os dons e as habilidades para fazer coisas importantes para Jesus sem levarmos à sério a necessidade do poder, da unção que recebemos Dele em nosso ministério. Não é difícil celebrar cultos magníficos, ministrar lindos sermões, ensinar teologia do mais alto nível, planejar programações maravilhosas, construir prédios acolhedores, ver a congregação crescer ao longo dos anos, enviar missionários e até praticar ações de cunho social e outras coisas mais sem, contudo, ter a ajuda de Deus. Na verdade só precisa-se de liderança, dinheiro, voluntários, um pouco de energia e algumas estratégias. Tudo isto visto por fora terá a aparência fenomenal e extraordinário. No entanto, como à semelhança do hotel à margem do rio Chal Phraya faltará uma coisa fundamental. “Não existirá energia, (Poder, Unção) tudo estará vazio”.

Pense e reflita nas palavras de Jesus à luz do ministério que você exerce: “Sem mim, nada podeis fazer”. Precisamos urgentemente do Poder, da Unção de Deus que nos dá autoridade em nossa caminhada cristã e ministerial. Precisamos diariamente das revelações e da presença gloriosa do Santo Espirito em nossas vidas. Precisamos estar permanentemente cheios e nunca vazios de Deus.

Certa ocasião ouvindo uma palestra para pastores na Igreja Metodista Central de Vitória, o Conferencista Pr. Jeremias Pereira, pastor titular da Oitava Igreja Presbiteriana em Belo Horizonte disse: “Vocês querem saber o real significado da palavra unção? É o seguinte: “Uns são, outros não”. Simplesmente uma definição verdadeira e incontestável.

Que as ricas bênçãos de Deus estejam sobre a sua vida e a sua família neste dia.
Pr. Nélson Gouvêa 

Compartilhe este artigo

Share on facebook
Share on twitter
Share on print
Share on email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima