O estilo de vida de quem ama o Senhor Jesus

Como é feliz aquele que não segue o conselho dos ímpios, não imita a conduta dos pecadores, nem se assenta na roda dos zombadores! Ao contrário, sua satisfação está na lei do Senhor, e nessa lei medita dia e noite. É como árvore plantada à beira de águas correntes: Dá fruto no tempo certo e suas folhas não murcham. Tudo o que ele faz prospera! Salmos I:2,3

Este texto das escrituras diz como deve ser o estilo de vida de alguém que se diz amar o Senhor Jesus. Esta pessoa cuida para não

1. Seguir os conselhos dos ímpios.

É importante em primeiro lugar definirmos a palavra ímpio. Uma pessoa ímpia é alguém que pensa, age e vive mediante conceitos e normas de um sistema mundano, onde Deus não é a principal prioridade em sua vida.

Temos que ter o dicerninento para filtrar os conselhos que ao longo da vida recebemos das pessoas que nos cercam e a melhor maneira de detectar a procedência é verificar se o mesmo fere doutrinariamente o que temos aprendido na Bíblia. Logo ler, estudar e meditar nas Escrituras Sagradas aumenta gradativamente o nosso conhecimento e a nossa fé na pessoa de nosso Senhor Jesus Cristo.

Ex. Se alguém nos aconselha que podemos praticar a mentira, isto com certeza está na contramão do ensinamento bíblico que nos diz que devemos falar somente a verdade (Filipenses 4:8) e que o pai da mentira é o diabo ( João 8:44)

2. Imitar a conduta dos pecadores

Além de não darmos créditos aos conselhos dos ímpios, o texto nos diz que é importante não imitar o modo de vida destas pessoas, pois não seguem os ensinamentos do Senhor Jesus. Em I João 2:15,17 a Bíblia adverte: “Não amem o mundo nem o que nele há. Se alguém amar o mundo, o amor do Pai não está nele. Pois tudo o que há no mundo — a cobiça da carne, a cobiça dos olhos e a ostentação dos bens — não provém do Pai, mas do mundo. O mundo e a sua cobiça passam, mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre.

3. Se assenta na roda dos zombadores!

Quem ama o Senhor Jesus não tem prazer em ter comunhão, relacionamento com as trevas. Ambientes como rodas de conversas imorais, pancadões, baladas, motéis, bares onde existe bebidas alcoólicas e uso de drogas. Estes locais nao são lugares para alguém que tem um estilo de vida diferenciado na presença do Senhor. II Coríntios 2:14,15 diz claramente o seguinte: Não se ponham em jugo desigual com descrentes. Pois o que têm em comum a justiça e a maldade? Ou que comunhão pode ter a luz com as trevas? Que harmonia entre Cristo e Belial? Que há de comum entre o crente e o descrente?

Conclusão:

Devemos portanto vigiar quanto aos conselhos que recebemos, as escolhas de pessoas nas quais imitamos em seu proceder e os locais onde não são ambientes saudáveis para um genuíno cristão frequentar. A nossa satisfação está em obedecer as verdades reveladas pelo Senhor Jesus e em seus ensinamentos nas quais devemos meditar dia e noite. Quando levamos isto a sério somos comparados a uma árvore plantada à beira de águas correntes, pois ela dá fruto no tempo certo e suas folhas não murcham. Tudo o que realizamos prospera.

Deus lhe abençoe,
Pr. Nélson Gouvêa
www.ministeriocomfamilias.com.br

Deixe um comentário

Rolar para cima