Foi-se a Glória de Deus – I parte

Sua nora, a mulher de Finéias, estava grávida e perto de dar à luz. Quando ouviu a notícia de que a arca de Deus havia sido tomada e que seu sogro e seu marido estavam mortos, entrou em trabalho de parto e deu à luz, mas não resistiu às dores do parto. Enquanto morria, as mulheres que a ajudavam disseram: “Não se desespere; você teve um menino”. Mas ela não respondeu nem deu atenção. Ela deu ao menino o nome de Icabode, e disse: “A glória se foi de Israel”. Porque a arca foi tomada e por causa da morte do sogro e do marido. E ainda acrescentou: “A glória se foi de Israel, pois a arca de Deus foi tomada”. I Samuel 4:19-22
A Glória de Deus, a presença de Deus é sem dúvida a maior manifestação que podemos ter em nossas vidas. Isto acontece quando temos a plena convicção de que entendemos os reais propósitos do criador. É a interligação que temos com Ele através da pessoa de Jesus Cristo seu Filho, que veio ao mundo para salvar a todo aquele em quem nele crê. A Bíblia nos diz: “Que fomos criados para o louvor de sua Glória.” (Efésios 1:12) Isto quer dizer que a nossa existência está intrinsecamente relacionada ao conhecimento e a encarnação desta verdade. Quando o fazemos de forma voluntária, pela fé, o Espírito Santo nos assegura de que somos filhos e como tal, temos acesso em total liberdade a uma comunicação plena, saudável e amorosa com o nosso Pai Celestial.
Este texto nos ajuda a refletir as causas e consequências da perda da Glória de Deus. Através do simbolismo da arca da aliança, que foi tomada por inimigos no campo de batalha entendemos melhor o porquê do nascimento de um filho com o nome de Icabode, marcando uma época na historia de tantas perdas, decepções e apostasia da fé em Deus.
De fato tudo que acontece em nossas vidas tem uma origem, uma raiz. E aqui não foi diferente, pois princípios importantíssimos foram quebrados no relacionamento dos homens para com Deus. A arca simbolizava uma aliança, um pacto, um compromisso de fidelidade. Simbolizava a presença constante de Deus no meio do povo e como podemos constatar, foi de certa forma afastada temporariamente da nação de Israel.
A nossa proposta para este tema é voltar um pouco ao passado, para verificarmos alguns fatos que foram relevantes para o afastamento da nação de Israel da presença de Deus.
Deus abençoe a sua vida
Pr. Nélson Gouvêa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima