Escolha a Vida…

As declarações que podemos observar no texto acima foram ordenadas por Moisés ao povo de Israel depois de tê-las recebido diretamente da parte de Deus. Várias foram às vezes, que as famílias presenciaram o sobrenatural de Deus à nível de milagres. Para cada intervenção de Deus os encontramos murmurando, se queixando, se rebelando, esquecendo-se por períodos de tempo os feitos do Senhor.

Uma pergunta que podemos fazer para estas declarações de Moisés e assim nos ajudar a entender a opção que devemos fazer pela vida, é a seguinte: O que acontecia as famílias Israelitas, por  optar por uma vida de pecado? Como entender estes altos e baixos, visto que presenciavam a todo o momento o agir sobrenatural de Deus ao seu favor? Por que não conseguiam manter o nível de espiritualidade tão necessária à santidade e obviamente a conservação da própria vida?

Para entendermos um pouco a atitude do povo de Israel que, diga-se de passagem, se iguala as práticas do chamado povo de Deus em nossos dias, temos que analisar as designações e conceitos mais próximos de vida e de morte. Romanos 8:5-9 -nos diz o seguinte: “Pois os que são segundo a carne inclinam-se para as coisas da carne; mas os que são segundo o Espírito para as coisas do Espírito. Porque a inclinação da carne é morte; mas a inclinação do Espírito é Vida e Paz. Porquanto a inclinação da carne é inimizade contra Deus, pois não é sujeita à lei de Deus, nem em verdade o pode ser; e os que estão na carne não podem agradar a Deus. Vós, porém, não estais na carne, mas no Espírito, se é que o Espírito de Deus habita em vós. Mas, se alguém não tem o Espírito de Cristo, esse tal não é dele”.

A Bíblia também nos diz em Romanos 8:13-16 – “porque se viverdes segundo a carne haveis de morrer; mas, se pelo Espírito mortificardes as obras do corpo, vivereis. Pois todos os que são guiados pelo Espírito de Deus, esses são filhos de Deus. Porque não recebestes o espírito de escravidão, para outra vez estardes com temor, mas recebestes o espírito de adoção, pelo qual clamamos: Aba, Pai! O Espírito mesmo testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus”

Raciocine comigo. A inclinação constante para a carne impedia que o povo de Israel obedecesse ao Senhor. Hoje acontece o mesmo conosco. A inclinação para a carne impede que nosso espírito obedeça a Deus. Impede que abriguemos o temor de Deus em nossos corações. A vida tem a representatividade do Espírito de Deus que quer ter relacionamento, paz, comunhão, intimidade conosco que fomos criados à imagem e semelhança de Deus. Somos criados para o Louvor e a Glória de Deus. A morte por sua vez, tem a representatividade da carne, ou seja: a tentativa natural de absorver todas as opções neste mundo sem nenhum critério moral e sobre tudo espiritual. Quem vive na carne, quem vive segundo o sistema deste mundo é escravo do pecado e se torna infelizmente inimigo de Deus.

O que o Senhor quer falar com você amigo(a) nesta palavra pastoral é simples na sua essência. “Deus espera que você faça a cada dia, sempre a sua melhor opção pela vida”. “Jesus Cristo é Vida”. Ele diz em sua Palavra: “Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida”.(João 14: 6) “Deus é Espírito, e é necessário que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade”.(João 4:24) Jesus nos adverte: “Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; o espírito, na verdade, está pronto, mas a carne é fraca”.(Mateus 26:41)

A nossa melhor opção é desenvolver a cada dia, uma qualidade de vida que agrade a Deus. É sem dúvida mortificar toda a carnalidade, ou seja, toda concupiscência que significa, desejo forte da carne. Temos que andar em novidade de vida, neutralizando o poder da carne e elevando o Poder do Espírito Santo em nós. Com a carne não glorificamos a Deus, porém andando no Espírito conseguiremos adora-lo e com isso desfrutaremos da sua permanência conosco nos ensinando, nos corrigindo, intercedendo por nós até com gemidos inexprimíveis, nos dando paz, segurança nas decisões, nos dando proteção e com isso nos fazendo ficar o mais longe possível da morte, e da maldição. Medite nas palavras proféticas ditas por Moisés da parte de Deus – “O céu e a terra tomo hoje por testemunhas contra ti de que te pus diante de ti a vida e a morte, a bênção e a maldição; escolhe, pois, a vida, para que vivas, tu e a tua descendência, amando ao Senhor teu Deus, obedecendo à sua voz, e te apegando a Ele; pois Ele é a tua vida, e o prolongamento dos teus dias”;(Deuteronômio 30:19, 20).

Se você por algum motivo não tem conseguido andar pelo Espírito de Deus. Se volta e meia você se vê praticando os mesmos pecados, a solução é arrepender-se urgentemente e entregar esta situação a Deus. Diga para Ele em oração: A carne não vai comandar a minha vida. De hoje em diante quero somente viver na dimensão do Espírito de Deus. Nada vai me separar do amor de Deus, da sua misericórdia e o seu perdão sobre a minha vida. Eu tomo a decisão de hora em diante de andar louvando e adorando o meu Senhor, independentemente das circunstâncias. Ajude-me Senhor nesta decisão. Meu corpo, alma e espírito estão debaixo da tua vontade. Quero permanecer em sua vontade. Oro em nome de Jesus Cristo, a quem dou a Honra e a Glória hoje e para todo sempre, Amém e Amém…

Que Deus abençoe tremendamente a sua decisão pela vida, com Cristo.

Pr. Nélson Gouvêa

Compartilhe este artigo

Share on facebook
Share on twitter
Share on print
Share on email
Rolar para cima