Consciência Limpa – I Parte

No sentido moral, consciência é a habilidade, a capacidade, intuição, ou julgamento do intelecto, que distingue o certo do errado. Consciência é o termo que significa conhecimento, percepção, honestidade. Também pode revelar a noção dos estímulos à volta de um indivíduo que confirmam a sua existência. Uma pessoa sem consciência é o mesmo de dizer que esta pessoa está morta.
Alguém disse a seguinte declaração: “Preocupe-se mais com a sua consciência do que com sua reputação. Porque sua consciência é o que você é, e a sua reputação é o que os outros pensam de você. E o que os outros pensam, é problema deles”.
Se fizermos algo errado, nossa consciência se torna nossa inimiga. Sofreremos pensamentos e sentimentos de acusação todas as vezes que nos lembrarmos do assunto. Ainda que ninguém saiba; ainda que nosso erro tenha ficado em segredo, o problema é que nós saberemos. Ficaremos então divididos conosco mesmos. Ficaremos fracos, errando mais e o ciclo continuará.
O que a Bíblia fala sobre consciência?
“E por isso procuro sempre ter uma consciência sem ofensa, tanto para com Deus como para com os homens”. Atos 24:16
“Quando você peca contra seus irmãos dessa maneira, ferindo a consciência fraca deles, peca contra Cristo”. I Coríntios 8:12
“Para os puros, todas as coisas são puras; mas, para os impuros e descrentes, nada é puro. De fato, tanto a mente como a consciência deles estão corrompidas”. Tito 1:15
“Manterei minha retidão e nunca a deixarei; enquanto eu viver, a minha consciência não me repreenderá”. Jó 27:6
“Embora em nada minha consciência me acuse, nem por isso justifico a mim mesmo; o Senhor é quem me julga”. I Coríntios 4:4
Deus abençoe a sua vida neste dia.
Pr. Nélson Gouvêa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima