Ana, a mulher sábia

Ana, a mulher sábia

Elcana, seu marido, lhe perguntava: “Ana, por que você está chorando? Por que não come? Por que está triste? Será que eu não sou melhor para você do que dez filhos? I Samuel 1:8

Ana significa: “graciosa” amável, mansa e generosa. Apesar de possuir tão boas qualidades, Ana vivia muito triste. A Bíblia nos diz que ela e Penina eram esposas de Elcana. Mas enquanto “Penina tinha filhos” ela “Ana não os tinha”. Ana tinha um desejo em seu coração, de ser mãe. A sua alma ansiava por um filho, mas a Bíblia diz que “o Senhor lhe tinha cerrado a madre” (I Samuel 1:5b). O seu desejo não estava coincidindo com o desejo de Deus. O tempo de Deus era diferente do seu tempo, assim como foi o tempo de Sara, o de Rebeca e o de tantas outras mulheres que amavam ao Senhor, mas tinham também suas madres cerradas. Em seu casamento com Elcana havia algumas coisas desagradáveis que a faziam sofrer:

1- Ela tinha que dividir o seu marido Elcana, com Penina;
2- O Senhor lhe havia cerrado a sua madre e, assim, ela não podia ter filhos
3- A sua rival Penina ficava sempre lhe provocando diariamente a ponto de irrita-la, pois Penina tinha filhos e Ana não.

Por isso, I Samuel 1:08 a Bíblia nos apresenta uma reclamação que estava sempre nos lábios e no coração de Ana. “…eu sou uma mulher atribulada de espírito.” Apesar da tristeza que carregava consigo, Ana tinha um marido que a amava. Ele, muitas vezes, a via chorando. Mas, numa certa ocasião, quando toda a sua família foi a Siló para adorar e fazer sacrifícios ao Senhor, vendo a chorar perguntou-lhe: “Ana, por que choras? E por que não comes? E por que está mal o teu coração? Não te sou eu melhor do que dez filhos?” – I Samuel 1:8

Você conhece esta história. Não somente o marido, mas também o sacerdote Eli observa a tristeza de Ana e até pensou que ela estava embriagada com vinho, porém, Ana estava orando pedindo a Deus um filho. O Sacerdote a abençoou e ela voltou para a sua casa confiante. Neste ponto a Bíblia faz a seguinte declaração em (I Samuel 1:8) – “… e o seu semblante já não era triste” Não demorou e Deus deu um filho ao casal, Samuel que foi totalmente dedicado ao Senhor.

Uma coisa me chama a atenção nesta mulher vencedora, chamada Ana: Além de ser uma mulher: graciosa, amável e mansa, Ana se destaca na Bíblia como uma mulher sábia. Ela foi fiel ao Senhor oferecendo o seu filho para ser um sacerdote, um pastor.

Escrevo para as mulheres: Amadas do Senhor, sejam também mulheres “graciosas” amáveis, mansas e generosas, principalmente para com as suas famílias. Sejam meigas; Procurem controlar suas emoções. Vivam a vida no lar com sabedoria e discernimento. Ana, quando recebeu o seu primeiro filho, ofereceu-o totalmente ao Senhor. Dediquem totalmente os seus filhos ao Senhor. Profetizem sobre eles que serão homens e mulheres dedicados ao Reino de Deus.

Deus abençoe suas vidas,

Pr. Nélson Gouvêa
www.ministeriocomfamilias.com.br

2 comentários em “Ana, a mulher sábia”

Deixe um comentário

Rolar para cima