Afastando o seu cônjuge das tentações sexuais.

Venerado seja entre todos o matrimônio e o leito sem mácula; porém, aos que se dão à prostituição, e aos adúlteros, Deus os julgará. Sejam vossos costumes sem avareza, contentando-vos com o que tendes; porque ele disse: Não te deixarei, nem te desampararei. Hebreus 13:4,5

Não se recusem um ao outro, exceto por mútuo consentimento e durante certo tempo, para se dedicarem à oração. Depois, unam-se de novo, para que Satanás não os tente por não terem domínio próprio. I Coríntios 7:5

Aos casados segue abaixo uma orientação importante, respaldado pela Palavra de Deus.

A tentativa de afastar o seu cônjuge de possíveis tentações carnais, na realidade significa proteger, ajudar, cuidar, para que as necessidades sexuais dele sejam supridas por você e diga-se de passagem, somente por você.

Se por acaso o seu cônjuge não está tendo suas necessidades sexuais supridas por você em casa, fatalmente ele poderá ser tentado a procurar por sexo em outro lugar e esta atitude é considerado pecado aos olhos de Deus, sujeito ao seu julgamento divino. Entenda que o seu cônjuge só tem permissão dada por Deus, para se relacionar sexualmente com você. Cada pessoa é responsável pelos seus atos, porém é importantíssimo ajudá-lo, protegê-lo contra uma eventual tentação na area sexual.
Se você realmente ama o seu cônjuge você com certeza procurará estar disponível nesta área tão importante no relacionamento de um casal.

Tenha portanto de hoje em diante esta prioridade em sua vida, ou seja, o objetivo de suprir incondicionalmente as necessidades sexuais desta pessoa maravilhosa que Deus lhe deu de presente. Deste modo ele nunca irá considerar a possibilidade de ceder à tentação, traindo você com outra pessoa. Seja especial para ele e com certeza o seu relacionamento será prazeroso e duradouro.

Deus abençoe o seu relacionamento conjugal.

Pr. Nélson Gouvêa
www.ministeriocomfamilias.com.br

Deixe um comentário

Rolar para cima